Cuidados para a Fase de Desmame do Bebê

O leite materno ou fórmula infantil deve ser a principal fonte de nutrição do bebê em todo o seu primeiro ano de vida. Recomenda-se a introdução de sólidos a partir de seis meses de idade, dependendo da disponibilidade de desenvolvimento do seu bebê e preferência. A ideia é expor seu bebê a novos sabores e texturas, incentivar o desenvolvimento de suas mandíbulas e dentes e pavimentar o caminho da criança a desfrutar de comidas saudáveis no futuro.

O desmame do bebê é um processo delicado em que o leite materno será substituído por alimentos sólidos. Ele não deve acontecer de uma vez, mas sim com um processo lento e gradual para não haver trauma na criança. Em alguns pequenos acontece de forma simples, pois eles anseiam por provar outros alimentos e acabam por largando o peito da mãe naturalmente. Em outros demora mais um pouco. Algumas crianças mamam até os cinco anos, mas são casos raros porque não é aconselhável.

O Bebê Pode não estar Pronto para os Alimentos Sólidos

É o orgulho de toda mãe quando a criança começa a comer a primeira fruta, mesmo se lambuzando toda. É sinal de que ele está crescendo rumo a sua independência em suas funções e deixa todos os pais emocionados. Mas o pequeno pode não estar pronto para isso. Se for oferecido a um bebê alimentos sólidos e eles não gostam, eles vão cutucar a sua língua e empurrar a comida para fora de sua boca. Esse instinto ou reflexo impede a asfixia e indica que o bebê não está pronto para sólidos.

Sinais de que seu Bebê pode estar Pronto para os Alimentos Sólidos

Os bebês mesmo sem falar dão sinais claros de que querem alimentos sólidos. Eles começam até a salivar quando estão loucos por experimentar alguma coisa. Tem sinal mais claro que esse? Eles também possuem um reflexo na língua a colocando para fora, começam a olhar o alimento com fixação e interesse e tentam colocar na boca sempre que podem.  Os pequenos costumam indicar através de gestos e sons o interesse no que você está comendo. Eles também mantêm a boca aberta e imita o comportamento alimentar como se estivessem mastigando algo solido mesmo.

Imagem de Amostra do You Tube

Como Introduzir os Alimentos Sólidos na Dieta do Bebê

Apesar do nome ser ‘sólido’ na alimentação da criança, nada de muito duro deve ser colocado na boca do bebê. Os pais devem lembrar que ele possui poucos dentes e sua gengiva é bem fina e sensível. Todo cuidado é pouco na hora de alimentar o pequeno para ele não sofrer danos na boca. Alimentos muito duros também não serão mastigados, então ele pode engolir inteiro e acabar por se engasgar.

Uma das sugestões para começar seu bebê começou em sólidos inclui oferecer sólidos entre as mamadas de leite, quando o bebê está nem com fome e nem muito cheio. Ou você pode usar a tática de esperar ele sentir fome e pedir para mamar. Quando ele começar a chorar, é a hora de preparar o alimento sólido e aguardar. Com fome os pequenos podem apreciar bem mais os sólidos que sem vontade alguma de comer.

Não deixe o bebê deitado para não haver acidentes com sua alimentação. Em vez disso, use uma cadeira com um cinto adequado, ou sente seu bebê na posição vertical em seu colo de frente para você. Ele deve ficar reto para evitar engasgar ou caso engasgue a comida possa descer pela traqueia normalmente.

Espere uma grande bagunça no prato da comida. Crianças adoram brincar e para eles a comida é uma grande brincadeira, e você há de convir que é muito divertido brincar com comida, não é mesmo? Vendo a alimentação de forma bacana e lúdica o pequeno pode relaxar também e se sentir mais relaxado, quem sabe mais leve e solto.

Use uma colher pequena e macia. Existem kits a venda em lojas de produtos para recém nascidos com uma curva para ajudar aos pais a ministrar o alimento, com pratinho e copo de plástico. Este material sempre é mais indicado para dar alimento aos pequenos ao menos até os sete anos, quando os acidentes ainda podem ser constantes. A colher deve ser pequena e rasa e bem macia.

No alimento evite colocar sal ou açúcar. O leite materno não tem doce ou salgado, mas sim um tom neutro. Quanto mais próximo o alimento solido se aproximar disso melhor para o bebê.

Alimentos Saudáveis

Alimentos Saudáveis

Como seu pequeno ainda não apresentou alergia e não comeu ainda pratos completos, prepare para ele um alimento por vez. Não misture um prato para ele para assim ele poder sentir cada alimento e você pode verificar se há reações adversas, como alergias ou mesmo a não apreciação do alimento mesmo. Comece com cerca de meia colher de chá por alimento e se ele curtir, vá aumentando a quantidade. Aumente gradualmente a quantidade de dias ou semanas, permitindo que o seu bebé defina seu ritmo de alimentação. Nunca force o seu bebê para comer algo que ele não quer.

Espere Fezes mais Solidas

Depois de introduzir alimentos sólidos na dieta do bebê, espere fezes com cheiro mais forte e solidas. É extremamente normal que ele gaste mais fraudas também, pois seu sistema digestivo ainda está aprendendo a digerir alimentos que não sejam o leite materno, sua refeição até o momento. Espere gases também, pois são comuns depois de digerir alguns alimentos.

Imagem de Amostra do You Tube

Os Melhores Alimentos Sólidos para Começar

Para começar a introduzir sólidos a um bebê, o melhor sempre é começar com frutas e as mais molinhas. São boas dicas o mamão, laranja, uva, melão e melancia, facilmente mastigáveis e digeríveis.

Quando já houver dentes você pode partir para a maçã e pequenos itens mais durinhos. Os alimentos de um almoço comum como arroz, feijão e outros devem começar a partir dos oito meses. Um processo lento é o mais indicado para a criança ir aos poucos livrando-se do hábito de não mamar mas sem perder o valor nutricional do leite materno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>