Namoro Na Terceira Idade

O mundo se desenvolveu de uma maneira absurda nos últimos 50 (cinquenta) anos. A tecnologia tomou conta de nossas vidas em todas as áreas, mudando nossos hábitos e costumes e todo o nosso viver.

Além disso, o desenvolvimento tecnológico trouxe um desenvolvimento também na área da saúde. Hoje em dia, as pessoas estão com uma expectativa de vida cada vez maior, vivendo mais e com mais qualidade. No Brasil, a expectativa de vida saltou de 70 (setenta) anos para 73 (setenta e três) anos em uma diferença de somente de 10 anos – de 2000 para 2010.

As pessoas estão vivendo cada vez mais, e querem viver esse tempo que está sendo ganho com uma qualidade de vida melhor.

O idoso da atualidade procura ter uma vida extremamente ativa em todos os sentidos: trabalho, atividade física, relacionamentos, vida sexual e etc. Existem pesquisas que revelam que os idosos sentem a emoção e a afetividade na mesma intensidade que as pessoas mais jovens.

Devido a isso, é cada vez mais comum vemos casais de pessoas que se encontram na terceira idade, vivendo e desfrutando de um namoro. Pois, viver um amor faz bem para a pessoa, independente da idade em que ela se encontre.

A Vida dos Idosos e Os Preconceitos Quanto a Vivência da Sexualidade

Apesar das pessoas viverem cada vez mais, e estarmos nos tornando uma população cada vez mais velha, ainda existe um certo preconceito e repressão por parte das pessoas com relação a vida dos idosos.

De uma maneira geral, a sociedade reprime os idosos, os considerando incapazes para a realização de uma série de atividades, e quando se aborda a sexualidade dos idosos, aí é que o preconceito é aumentado.

De uma maneira geral, os mais novos pensam que os homens e mulheres que atingiram a terceira idade não possuem capacidade de exercer a sua sexualidade, de se interessar por uma pessoa da mesma idade e viver um namoro. No entanto, é importante que tenhamos conhecimento que a sexualidade se mantém presente quando atingimos a terceira idade.

A vivência saudável da afetividade faz com que as pessoas tenham um processo de envelhecimento melhor e mais saudável. A vivência de um relacionamento afetivo mais estreito, um namoro, traz diversos ganhos para as pessoas que se encontram na terceira idade.

Apesar de manterem uma vida sexual, os idosos tem as suas relações afetivas baseadas no carinho, na troca de olhar, no entendimento, na troca de caricias, valorizando mais os gestos do que as palavras.

Os Relacionamentos Afetivos Na Terceira Idade

A vivência de um amor na terceira idade traz um grande beneficio para a pessoa idosa, pois com a chegada da velhice, o corpo humano demonstra os sinais do desgaste físico sofrido pelo decorrer da vida da pessoa, além do que muitas vezes, os idosos sofrem com o isolamento que a própria família comete, devido a correria do dia a dia do mundo moderno, onde o idoso perde o espaço e a importância que tinha antes para aquelas pessoas sendo deixado de lado. O idoso é uma pessoa fisicamente mais frágil, começa a sentir as dores corporais do desgaste da própria idade, se locomovem com dificuldades, surgem os problemas de saúde e muitas vezes os filhos já não estão com eles, pois constituíram sua própria família, por isso o idoso muitas vezes tem uma vida solitária.

Somente as pessoas que sofrem do mal da solidão, sabem como dói se sentir sozinho, por isso, a partir do momento em que o idoso passa a viver um relacionamento afetivo, essa outra pessoa lhe faz um bem enorme, pois traz o novo na vida daquela pessoa. Um relacionamento na terceira idade, aumenta a vontade do idoso de viver, traz a sensação de bem estar, de ser amado e de ser querido. Essas questões fazem com que a saúde emocional e física do idoso seja alimentada de uma forma diferente, pois ele acaba tendo um novo animo para conduzir a sua vida.

O Preconceito do Namoro Na Terceira Idade

Apesar dos idosos estarem se abrindo as oportunidades de viverem relacionamentos amorosos, e já terem uma vida estabilizada: vida financeira relativamente tranquila (a maioria já se encontra aposentada), filhos criados e outros.

Ainda existe uma série de problemas que tentam impedir a felicidade dos relacionamentos afetivos das pessoas mais velhas.

As vezes, os próprios familiares tem preconceito e recriminam os idosos que procuram namorar e se relacionar afetivamente com outra pessoa, principalmente com relação as mulheres mais velhas. Os homens sofrem menos com essas questões.

Muitas vezes os idosos tem vergonha de falarem que estão apaixonados e estão vivendo um amor, pois as pessoas olham com preconceito, como se os idosos não pudessem se apaixonar novamente, sentir desejo por outra pessoa ou até mesmo terem a sua necessidade por sexo.

Muitas pessoas não conseguem aceitar que os idosos de sua família (pai e mãe) possam ter a necessidade de uma vida afetiva e sexual ativa.

Em outros casos, os familiares sentem a importância do falecido (pai ou mãe) sendo substituída pela presença de outra pessoa.

A Retomada da Vida Afetiva na Terceira Idade

Estar e se sentir só, não faz bem a nenhuma pessoa, por isso é importante que a pessoa procure ter uma vida social ativa, para que além de se distrair e se manter bem, abrir a oportunidade para que se encontre um novo amor.

Uma vida social ativa é ir a encontro de terceira idade, sair para bailes para dançar, fazer atividades físicas e outras atividades. Tudo isso é importante para conseguir conhecer pessoas novas e encontrar um novo amor.

No entanto, é necessário cuidado para que as pessoas idosas não caiam em golpes, muitas vezes o preconceito dos familiares vem deste fato, pois existem muitas pessoas querendo aplicar golpes em pessoas ingênuas, por isso o idoso não deve comentar sobre a sua situação financeira e nem levar a pessoa de imediato para a sua residência.

Outro cuidado que os idosos precisam tomar é com as relações sexuais. Depois de passar vários anos com um único parceiro, a pessoa passa a sair e não tem o costume de fazer uso da camisinha. De acordo com o Ministério da Saúde, os casos de Aids entre idosos tiveram um aumento de 100%.

Considerações Finais

Os idosos necessitam ser pessoas bem humoradas, pois as pessoas alegres conseguem enfrentar as dificuldades da vida com maior facilidade e assim conseguem abrir os caminhos para se relacionar melhor com as pessoas.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Qgc3qQR-ERU[/youtube]

A partir do momento em que a pessoa se abre a um novo relacionamento afetivo, é necessário que o idoso encontre uma pessoa que tenha objetivos e projetos de vida similares aos seus, pois assim você evita correr o risco de sofre decepções com os relacionamentos.

O amor, o desejo e a sexualidade são sentimentos presentes nas pessoas, independente da idade, e a velhice é uma das fases mais bonitas da vida e os idosos devem ser aceitos e respeitados.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Vida a dois

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • so mulheres casadas que quera uns momento feliz sou moreno 170a 83k trabalho m oro em sp 50a e adoro sexo lig 01953772345ou mande msg ok bjos

    jose m santos 6 de Março de 2014 19:14

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *